Bandas sem garagem: como fazer música à distância

Bandas sem garagem: como fazer música à distância

Não acreditam em relações à distância?

E se a vossa cara-metade da composição musical viver do outro lado do mundo? Precisam de um saxofone na vossa música e não conhecem nenhum saxofonista? Sofrem de agorafobia mas querem uma banda? Na internet podemos encontrar de tudo, até músicos para colaborar connosco, sejam nossos amigos ou não.  

Vejam o exemplo dos Postal Service: o Ben Gibbard e o Jimmy Tamborello fizeram um disco praticamente a enviar DATs pelo correio. Agora já sabem porque é que se chamam assim (se quiserem conhecer as razões dos nomes de outras bandas leiam este nosso artigo). E se não os conhecem, ouçam o resultado.

Online, tudo é mais fácil e sem necessidade de carta registada. Basta só usar uma destas ferramentas de colaboração musical digitais. Vejam qual é a melhor para vocês.

Antes de mais, têm que ter um editor de áudio digital para poderem integrar os vossos projetos, ou um DAW. Os mais usados são o ProTools, GarageBand, Ableton Live, REAPER, mas cada plataforma tem as suas preferências.

Se quiserem conhecer estes e outros programas de edição de áudio, temos um artigo dedicado aos melhores, dos grátis aos profissionais.

SPLICE

No Splice encontram - para além de um milhão de músicos com quem colaborar e compartilhar o vosso som  - imensos plugins que podem comprar, alugar ou descarregar de borla. O Splice tem uma comunidade activa, com concursos de composição ou remix, e um blog que vos ajuda não só a navegar e a usar todo o potencial desta plataforma, mas também a trabalhar as vossas músicas digitalmente.

O preço? É grátis, fora as compras na plataforma.

Kompoz  

O Kompoz serve principalmente para encontrar outros músicos que queiram contribuir para a nossa composição ou fazer parte da música de outras pessoas, estejam onde elas estiverem no mundo. Podem depois partilhar ou vender a vossa música através da plataforma. O fórum também parece ser bastante animado e as recomendações de colaboração são feitas de acordo com aquilo que as músicas precisam: guitarra, voz, bateria, etc.

ProCollabs

O ProCollabs é muito semelhante ao Kompoz, mas o Pro no nome indica que é mais a sério. E é. Podem contratar ou ser contratados como músicos ou produtores, colaborar informalmente mas com proteção legal do trabalho feito, ter acesso a sons e arte para as vossas gravações, mais um fórum e um sistema de mentores. Vantagem: uma melhor sistema de vendas da música que de lá sai.



Blend

Com esta plataforma podem partilhar os vossos projetos musicais como nas outras, mas o Blend tem muito mais pinta. Podem dividir os projectos pelo tipo de DAW que usam ou género musical. Podem pegar nos projectos alheios, ver com estão feitos, fazer alterações ou remixes, para além de estar carregados de concursos onde podem ganhar packs de sons ou plugins. É provavelmente a plataforma colaborativa mais interessante desta lista.

Bandlab

Não estão ao pé do PC? O telemóvel é o centro do vosso universo? Então vejam o Bandlab, uma aplicação que, para além de ser uma espécie de rede social que promove a colaboração entre músicos, é um editor áudio digital. Eles vendem ainda placas de áudio dedicadas para trabalharem na estrada, no café, em casa, ou seja, onde tiverem o vosso telemóvel com esta aplicação e um instrumento. Vale a pena dar uma espreitadela.



Muito melhor do que enviar cassettes pelo correio, não? No entanto, temos alguns conselhos para vocês, para que estas relações à distância funcionem bem:

  • Sejam claros com os vossos colaboradores, e digam o que precisam. Comunicar é extremamente importante em estúdio, virtual ou não.

  • Dêem tempo. Grande parte do tempo a colaboração não será em tempo real, mas em tempo assíncrono, que é uma forma gira de se dizer que as coisas vão acontecer e terão resposta quando acontecerem.

  • Podem trabalhar em pessoa ou com locais? Façam-no. A sério, tirando algumas excepções é sempre mais divertido fazer música com outras pessoas, em pessoa. Ao vivo e a cores.

  • Não sejam controladores. Definam o que querem, mas deixem os vossos colaboradores colaborar. Tem que ser divertido para todos.

Comprar instrumentos à distância também é fácil, especialmente no Salão Musical de Lisboa. Se querem gravar em casa, vão precisar de instrumentos, material de captação e amplificação, e nós temos tudo o que precisam.

Visitem a nossa loja online e vejam como não custa nada.

Publicado no dia 2018-10-25 por Salão Musical de Lisboa Atualidade 0 106

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar