Dia Mundial da Dança-  dos salões de swing ao Fortnite

Dia Mundial da Dança- dos salões de swing ao Fortnite

Se a música acontece quando a alma se transforma em som, a dança é quando esse processo se manifesta em corpo. Ou então quando há uma coreografia tão divertida às 3 da manhã que temos que alinhar todos obrigatoriamente, se estivermos nas proximidades de uma pista de dança. Hey, Macarena, não é?  

A dança pode ser poesia em movimento, como no ballet ou na dança contemporânea, uma expressão de sensualidade como no tango ou de geometria e protocolo na valsa, como pode ser de festa no lindy hop.

Podem dançar a solo como na audição do Flashdance (ou num bom sábado à noite), a dois porque dançar juntinho é das maiores cumplicidades que há, ou em grupo, porque, às vezes, a nossa vida podia dar mesmo um filme indiano.  

Conheçam algumas das loucuras em movimento das últimas décadas, muito motivadas por músicas pop, e que de certeza todos de vocês já acompanharam e, alguns de vocês, decoraram a coreografia.

Seja ao estilo de Gangnam ou em pleno swing clássico, se o corpo quer exprimir uma emoção há um gesto ou um passo para isso. Como apenas alguns de nós nascem com o instinto natural da expressão pela dança, vamos ver alguns estilos muito populares hoje em dia, e que podem aprender.

Street Dance

Esta designação de estilo é um bocado batota, já que inclui uma série de estilos urbanos que vão do hip hop ao funk. Muitas das coreografias que vêem nos videoclips da pop moderna são baseadas nestas manifestações urbanas de dança. Podem começar pelos passos básicos:

E depois aplicá-los na coreografia completa:

Algumas destas coreografias são de grande exigência física, mas são sempre a marca dos miúdos fixes no intervalo das aulas. Vejam mais vídeos e estilos.  

Lindy Hop

A avózinha das danças baseadas no swing das Big Bands dos anos 20 e 30 do século passado parece estar aí para as curvas com o ressurgimento de vários grupos e escolas pelo país fora. É a primeira das Street dances, por isso os mais novos que não comecem a achar que é para velhos, é a dança que já era cool antes de haver danças cool.

Com diversos estilos e escolas dentro deste género, é fácil de perceber porque é tão popular ainda hoje em dia. E se gostam de jazz ainda melhor. O Lindy Hop cresceu entre das paredes do Savoy, uma das mais famosas salas de dança de sempre e podem aprender alguns passos básicos com um dos seus maiores embaixadores, Frankie Manning.

Fortnite

Sim, o jogo. Não estamos a brincar mas muitos dos passos de dança usados pelos personagens dos jogadores para celebrar tornaram-se tão populares que passaram a fazer parte do vocabulário coreográfico dos mais novos e não só.

Mas será que sabem de onde vieram esses passos agora tão populares?

Podem aprender todos estes movimentos no canal Learn How to Dance. E boa sorte.

Para além de ser divertido, dançar ajuda a manter a forma física e a conhecer pessoas novas, e de todas as idades. Vejam se há aulas de dança perto de vocês, de certeza que encontram o vosso estilo e os vossos passos sem dificuldade.  

Se gostam mais de dar música do que de dançar, o Salão Musical de Lisboa tem todo o material que precisam, dos instrumentos à amplificação, para que possa dar som aos dançarinos, não em qualquer um, mas em grande estilo.

Publicado no dia 2019-04-29 por Salão Musical de Lisboa Atualidade 0 177

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar