Cuidado com as imitações! Instrumentos musicais falsos

Cuidado com as imitações! Instrumentos musicais falsos

Há negócios que não se podem perder mas há negócios bons demais para ser verdade.

Comprar instrumentos musicais em segunda mão ou a baixo preço pela internet é tão fácil que também é fácil ficarmos entusiasmados com as “oportunidades” que surgem em fóruns, páginas de classificados, sites dedicados a instrumentos musicais ou mega-lojas digitais.

As vantagens são muitas mas os riscos também, e é preciso estar atento para que o grande negócio não se transforme num barrete maior. Por exemplo, podemos receber uma coisa diferente do que queríamos comprar, como podemos ver neste vídeo.

Acontece mais vezes do que imaginam. Apenas não se fala muito por vergonha de quem caiu na esparrela.

Mas pior é comprar um instrumento que diz ser de marca e não é. Parece bem na foto, mas logo ao sair da caixa tem tanta coisa errada que é um desprestígio para o nome que ostenta (e que não lhe pertence). Comprar instrumentos falsificados não compensa porque:

- é desonesto;

- quando são descobertos a vergonha é vossa;

- não têm controlo de qualidade, o que faz deles um risco (especialmente se têm que os ligar à corrente);

- não são melhores de tocar que um modelo de entrada da marca oficial;

- um instrumento original é um investimento, um instrumento falsificado é dinheiro deitado à rua;

- estão a prejudicar um universo de profissionais e empresas que investiram em infra-estruturas e conhecimento para que possam ter o melhor equipamento ao preço mais acessível;

- nunca foi tão barato como hoje comprar um instrumento musical com qualidade;

Podem dizer que não têm dinheiro para um instrumento original e um falsificado dá a mesma pinta. Se querem instrumentos para impressionar as visitas então dediquem-se à decoração de interiores e não à música. Por menos dinheiro de uma falsificação de um instrumento “de marca” podem ter um instrumento de preço acessível da marca oficial ou de uma subsidiária, bem fabricado e com garantia de qualidade.

Mas, e se virem um instrumento que parece ser de marca, mas não têm a certeza se é um negócio a sério ou um embuste?

Existem alguns sinais que vos podem ajudar a escolher melhor os vossos negócios e a fazer aquele achado, porque eles existem. Os sinais a que devem estar atentos são:

- O anúncio tem poucas fotos, fotos de má qualidade ou fotos de catálogo. Toda a gente tem um telemóvel com uma câmara de alta definição no bolso, é fácil tirar e enviar imagens de todos os pormenores em segundos. Se pedirem mais imagens e não as fornecerem, fujam.

- Se parece que o negócio é bom demais, normalmente é porque é. Se o valor de um um instrumento que custa milhares de euros é reduzido para uma fração do seu preço real, então a sua origem é duvidosa. Desconfiem mais se esse valor vier associado ao ponto seguinte.

- É para ser vendido agora, porque o vendedor vai emigrar, precisa de pagar o arranjo do carro, o IMI ou uma operação para o gato. Esta urgência vai mexer com o vosso raciocínio, não vão pensar claramente nem investigar o produto e o vendedor em condições. Toda a gente deixa um rasto online. Percam tempo a procurá-lo.

Têm um excelente exemplo de uma situação destas aqui:

- Para além de impor apenas umas horas para concretizar o negócio, o vendedor anuncia que não aceita devoluções, nem permite um encontro pessoal para avaliarem o instrumento. E se permitir, nunca mas nunca vão sozinhos. Em caso de pagamentos online, sigam também as recomendações da PSP.

Acima de tudo, desconfiem sempre quando é bom demais e preservem a vossa segurança pessoal e dos vossos dados.

Se conseguirem ter melhores imagens ou mesmo ter contacto com o instrumento antes da compra, poderão fazer uma análise mais detalhada, mesmo que seja a primeira vez que estejam em contacto com esse modelo. Existem descrições ao milímetro de quase todos os instrumentos musicais de marca que podem encontrar no mercado. Usem essa informação.

- Números de série - verifiquem os números de séries fornecidos e contactem a marca, ou procurem por referências à numeração. Nem sempre é eficaz, mas basta que os números seja diferentes ou colocados no sítio errado para desconfiar.

- Acabamentos: vejam se o acabamento corresponde ao usado pela marca e tem a qualidade que se exige.

- Logotipo: é o logo certo, do modelo certo, na cor certa colocado no sítio certo? Este é um dos detalhes que mostram logo se o instrumento é falso ou não.

- Os botões e ferragens estão bem colocados, nas localizações e proporções dos instrumentos da marca? Há pormenores que diferem, como as cores ou materiais usados - plástico em vez de madrepérola, por exemplo?

- O instrumento toca mal ou dá uma sensação má ao tocar? Se sentirem isto, evitem comprá-lo. Mesmo que seja verdadeiro, não é para vocês. Sigam o vosso instinto.

Um dos instrumentos que tem mais falsificações à venda online são as guitarras elétricas, porque são fáceis de fabricar em massa com materiais de má qualidade. Vejam as consequências de comprar uma imitação e como o podem evitar.

Mas não desanimem. Podem sempre comprar online e com confiança no Salão Musical de Lisboa, onde temos instrumentos musicais originais, de marcas de renome a preços fantásticos. E temos planos de pagamento muito confortáveis.

Não se deixem levar pelas imitações. Visitem a nossa loja online ou passem pela nossa loja física, ao Largo do Carmo, em Lisboa. Somos uma loja a sério, para pessoas que levam muito a sério a sua música.

Publicado no dia 2020-02-13 por Salão Musical de Lisboa Atualidade 0 18

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar