Salão Musical de Lisboa Loja de instrumentos musicais desde 1958
Salão Musical de Lisboa Loja de instrumentos musicais desde 1958

Usamos cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Configuração de cookies

Costumização
  • Cookies de terceiros para fins analíticos.
  • Mostre recomendações personalizadas com base na sua navegação em outros sites.
  • Mostre campanhas personalizadas em outros sites.
Funcional (obrigatório)
  • Necessário para navegar neste site e usar suas funções.
  • Identifique você como um usuário e armazene suas preferências, como idioma e moeda.
  • Personalize sua experiência com base em sua navegação.

Sistemas Hi-Fi: Música em alta fidelidade

Publicado por2021-02-16 por 2753
Guardar
Como é que se põe toda a Orquestra Filarmónica de Berlim na vossa sala? Com muitas cadeiras emprestadas. Mas temos outra solução para vocês. Normalmente falamos aqui no nosso blog sobre tocar, fazer e praticar música. Mas, tão importante como isso, é ouvir música, especialmente se não temos possibilidade de ouvir os músicos ao vivo, seja porque não estão por perto ou porque está difícil assistir a concertos

Como é que se põe toda a Orquestra Filarmónica de Berlim na vossa sala? Com muitas cadeiras emprestadas. Mas temos outra solução para vocês.

Normalmente falamos aqui no nosso blog sobre tocar, fazer e praticar música. Mas, tão importante como isso, é ouvir música, especialmente se não temos possibilidade de ouvir os músicos ao vivo, seja porque não estão por perto ou porque está difícil assistir a concertos.

Ainda por cima, nunca foi tão fácil ouvir música, seja de que tipo for. Para além de serviços especializados como o Tidal, Spotify, YouTube Music, Bandcamp, entre tantos outros que nos dão acesso a todos os artistas que gravaram qualquer coisa em qualquer ponto da História (ou quase), existem também canais de televisão dedicados à música e a concertos, para além da rádio, seja a por ondas hertzianas ou a online.

Junte-se a possibilidade de instituições e artistas transmitirem os seus espetáculos pela internet e vemos que música não falta. Dispositivos também não, desde os gira-discos - clássicos e recentes - aos media centers digitais. Mas como a ouvimos? Pelas colunas do computador? Com os headphones do telemóvel?

Se calhar está na altura de investir num bom sistema de som para poderem desfrutar da música que querem ouvir e sentir que os músicos estão bem vivos e ao vivo na vossa sala.

 

O que é um sistema de hi-fi?

“Hi-fi” é um diminutivo em inglês de high fidelity, que significa alta fidelidade. Um sistema de alta fidelidade é, portanto, um conjunto de equipamentos que fornecem a melhor experiência sonora, ou a mais fidedigna.

 

Estes equipamentos normalmente são: 

-       Um amplificador;

-       Um leitor de áudio, ou vários, digitais ou analógicos;

-       Colunas e/ou headphones;

 

Também estão incluídas nesta categoria as soundbars ou barras de som, que complementam outros dispositivos como os televisores e que proporcionam uma experiência audiovisual mais imersiva, assim como as colunas wifi e multiroom,  que podem levar convosco para qualquer divisão da casa por não terem fios.

Os audiófilos mais extremos podem gastar fortunas em sistemas de som para a sua casa, mas não é preciso chegar a tanto. A escolha do equipamento deve ter em conta o espaço onde o vão instalar: não vale a pena ter colunas muito potentes para as colocar numa divisão pequena, por exemplo.

Como escolher um sistema de hi-fi?

Antes de começarem a construir o vosso sistema de hi-fi têm que ter em mente que poderão fazer upgrades no futuro. Como qualquer interesse, a audiofilia pode tornar-se uma obsessão, e parte da diversão - para além de ouvir música com um som de alta qualidade - é ir construindo um sistema aos poucos.

Por isso, se estão interessados em entrar no mundo da alta fidelidade, a primeira coisa que têm que avaliar é o vosso orçamento. Saber quanto podem gastar vai afectar a escolha de cada um dos módulos do vosso conjunto. Não vale a pena gastar todo o dinheiro numas colunas e não ter um amplificador à altura.

Depois, pensem o espaço onde vão colocar o sistema de alta fidelidade e como vão ouvir a música. A sala onde o vão instalar é pequena? Serve também como sistema de home cinema numa sala maior? É para ser desfrutado individualmente a partir de uma poltrona no centro da divisão - de headphones ou não -  ou para servir como PA para festas em casa, tanto no interior como no exterior?

 

Outra questão que devem ter em conta é se estão a começar do zero ou se já têm algum equipamento. Há componentes que são passados de geração em geração e é importante saber se são compatíveis com os equipamentos modernos. Há pessoas que nunca se irão desfazer do seu gira-discos com mais de 40 anos porque “os novos não têm o mesmo som”, dizem.

Mas será que tem um grande som ligado a um amplificador de última geração? Deverão fazer uma análise caso a caso, ver o estado desses equipamentos e perceber se encaixam com os novos.

Isto leva a outra questão, que devia ser também a primeira: como é que ouvem música? Em que formatos: vinil, CD, streaming digital? Cassettes, cartuchos ou mp3? É preciso ter fontes de qualidade para poderem retirar o máximo de qualidade do equipamento. Se são melómanos (pessoas cuja única coisa que têm organizada na vida é uma coleção de cds/vinis/cassettes e outros suportes musicais, na ordem dos milhares de itens, pelo menos), provavelmente terão muito por onde escolher.

Se estão a começar a vossa coleção, escolham os formatos que preferem e que conseguem armazenar. Se puderem, comprem sempre suportes físicos e diretamente aos artistas. É uma excelente forma de os apoiar.

Há também listas de canções e playlists (Spotify/Tidal) que dizem ser perfeitas para testar sistemas de hi- fi. Depende muito do vosso gosto musical, mas são boas referências para poderem avaliar a fidelidade do vosso equipamento.

E depois há aqueles audiófilos que, mesmo que conseguissem enfiar a Orquestra Filarmónica de Berlim numa sala, iriam achar que conseguiriam melhor som com aquele equipamento especial.

O que escolher?

Como viram, a vossa escolha depende de muitos factores, mas podem começar pela secção de HI-FI do Salão Musical de Lisboa. Temos desde sistemas completos a um preço muito acessível, a amplificadores de última geração, para além de colunas wifi e soundbars.

O importante é fazerem as escolhas certas para o vosso espaço, objectivos e hábitos. Se gostam de ouvir Wagner de madrugada, se calhar deverão colocar uns headphones na lista por causa dos vizinhos. E colunas potentes não se dão bem em divisões pequenas. Como dissemos, construir um sistema hi-fi pode se tornar numa obsessão e a parte mais divertida é estudar as diversas possibilidades para melhorar a experiência sonora. Nenhum audiófilo ou melómano que se preze dá a sua coleção como encerrada.

Se estiverem à procura de algo mais, falem connosco. A nossa paixão é a música, e sabemos que ela também é a vossa. Em alta-fidelidade.

Deixar um comentário
Deixar comentário
Faça login para inserir um comentário
Salão Musical de Lisboa Loja de instrumentos musicais desde 1958

Salão Musical de Lisboa

Crie uma conta gratuita para guardar produtos favoritos.

Registar