Como sacar o melhor som da vossa guitarra

Como sacar o melhor som da vossa guitarra

Temos que começar com esta história da Linda Perry. Seja em que instrumento for, um som de qualidade começa nas mãozinhas. Toquem ligados à corrente ou em formato acústico, amplificados ou não, se as mãos falham, não há truque que vos valha. Se as mãos forem boas, há técnicas que vos podem ajudar a tirar o melhor som que a vossa guitarra pode dar. E tudo começa na forma como ela está preparada.

Antes de começarem a tocar, verifiquem a vossa guitarra. Há quanto tempo não olham para ela em condições? Há ruídos estranhos, vibrações nas ferragens, a entrada de jack está bem apertada? Há algum ponto no braço em que as cordas trastejem? E as cordas, estão em condições? A afinação está bem feita? O braço está direito? Não há cliques e ruídos da eletrónica? Ajustaram a altura dos vossos pickups?

É óbvio que estas perguntas servem para estabelecer um condição óptima do vosso instrumento. Se gostam de tocar com instrumentos com problemas porque se adequa ao vosso estilo (não são “problemas”, são “idiossincrasias”), ou porque pensam que são o Marc Ribot, então a vossa avaliação será muito mais pessoal do que técnica. Seja online, ou recorrendo a um especialista, estas questões podem ser facilmente resolvida.

Se usam pedais, amplificadores, microfones, vejam se estão todos a funcionar bem, sem zumbidos ou outros barulhos estranhos. Tocam com slides de vidro ou de aço? São dois sons diferentes. As palhetas são as indicadas para o vosso estilo? Precisam mesmo de 10 pedais, com todos os cabos que isso envolve para tocar a vossa música? Estão cansados de perguntas?

São importantes, porque tudo isto vai criar o som que vos define. O Brian May soa à Brian May, o Gary Moore tem aquele som só dele, o Jimi Hendrix nem se fala, o Bonamassa pode lembrar o BB King, mas soa a Bonamassa, mas cada um deles tem o seu próprio setup, a sua configuração ideal para tirar o melhor som da guitarra.

https://www.youtube.com/watch?v=ZkGCvLstPrE

As respostas, como já repararam, são fáceis. Muitas são de rotina, mas até os pilotos de um avião comercial têm uma checklist que percorrem antes de se fazerem à pista e descolar. Muitas são questões de manutenção e eliminação de possíveis problemas. Outras, como a altura dos pickups, afectam o volume e a sonoridade da vossa guitarra.

Só depois é que vem a captação do vosso som, e aí é outra conversa, no domínio dos produtores e engenheiros. Que microfones usar, como e onde os colocar? Como queremos mesmo dar-vos uma ajuda, vamos recomendar-vos estes vídeos de um curso rápido de gravação de guitarras, da Focusrite Academy. Lá explicam as várias vertentes da preparação e captação, desde o encordoamento aos amplificadores.

https://www.youtube.com/watch?v=Znz0cBM6jfg

O vosso som começa onde dissemos: nas vossas mãos. Aprendam as técnicas fundamentais de colocação das mãos, dos dedos nos sítios certos (escalas, escalas, escalas!!!), não descurem a mão direita, tanto no ritmo como na forma como atacam as cordas, nas técnicas de dedilhado, aprendam a abafar as cordas no momento certo. Com o tempo, o vosso estilo e o vosso som virão ao de cima.

As guitarras, os microfones, os amplificadores, e os restantes acessórios, temos tudo no Salão Musical de Lisboa. As mãos, são vossas. Façam-nos uma visita.

Publicado no dia 2017-10-04 por Salão Musical de Lisboa Cordas 0 389
Tag: guitarra

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar