Como vender a vossa música online

Como vender a vossa música online

Bem vindos aos mercados digitais, onde há produtos de todos os tipos, de todos os cantos do planeta, imediatamente acessíveis no vosso computador ou telemóvel. Se nasceram antes dos anos 90, ainda se devem lembrar de CD’s, se nasceram antes dos anos 80 então são da geração da cassette e do vinil. Hoje estamos todos a consumir música em ficheiros que descarregamos, ouvimos em stream no nosso telemóvel, em playlists criadas por nós em aplicações.

O ritual de ir a lojas físicas para ouvir música e aprender a linhagem musical de cada banda com o dono da loja perdeu-se. Já não se comparam notas e opiniões com os amigos sobre as criações da nossa tribo sonora, deixámos de estar a apreciar a arte das capas enquanto batíamos o pé a compasso a ler as letras na descoberta de um novo disco,  que depois levávamos para casa e ouvíamos até à exaustão (principalmente dos nossos pais e vizinhos).

Para as bandas era tocar, gravar, serem contratados por uma editora, que lhes tratava da produção, da comercialização e da produção da sua música, e esperar a adoração dos fãs (há muita gente que acredita que era mesmo assim, mas para exemplo serve).

Mas é a vida, os tempos mudam e os hábitos também. Por isso queremos deixar-vos algumas ideias para divulgar e vender a vossa música ao público da vossa era. Ou seja, agora.

Gravem com qualidade

Seja em casa ou em estúdio, terão que se lembrar durante a masterização nos vários formatos que vão vender. As taxas de compressão são completamente diferentes e isso pode afetar a qualidade final do vosso som. Depende muito do que tocam e como vão distribuir o produto final, mas tenham isso em atenção.  

Não precisam de um álbum

Antes de mais, vejam quantas músicas têm. Não precisam de 12 músicas, podem ser quatro, podem ser 36. Há bandas grandes que usam como estratégia lançar EPs de meia dúzia de canções regularmente. É claro que produzem imenso e isso faz parte de uma estratégia completamente da anterior, dominada pelas restrições das editoras que não permitiam mais do que um disco novo de dois em dois anos.

Escolham as melhores, ou as que fazem mais sentido num pequeno conjunto. Podem vender em dois blocos digitais e, se houver procura, criar uma cópia física com tudo.

E, não se esqueçam: se tiverem um mega single de verão, tipo Despacito, só precisam de saber tocar uma música. Cada vez menos se ouvem discos inteiros, ouvem-se é faixas soltas. Lembrem-se disso.  

Músicos/produtores/promotores

Ser um músico moderno implica assumir várias tarefas para além da fundamental, que é criar música. É preciso saber fazer a vossa própria comunicação, gerir a vossa presença nas redes sociais - porque é aí que as pessoas vos irão procurar - e promover o vosso produto junto dos públicos que querem atingir, e dos responsáveis dos espaços onde querem tocar. Não basta ser bom músico, infelizmente. É preciso mexerem-se e ter a informação disponível para que vos descubram e à vossa música.

Plataformas  

O ideal seria sempre poderem vender a vossa música digitalmente a partir do vosso próprio site. Têm mais controle, mas pode ser tecnologicamente mais difícil para a maioria dos músicos. Podem sempre recorrer a diversas plataformas já estabelecidas, mas elas é que ficam com os contactos dos vossos fãs.

As mais comuns são a Amazon, o Google Play e o iTunes, mas o Bandcamp é uma excelente plataforma gratuita que vos permite vender não só as vossas faixas, como também merchandise. Existem novas plataformas que asseguram a distribuição nestas e noutras mais - no Spotify, por exemplo -  como a Tunecore, ou a Ditto.  

Em conclusão, não basta colocar a vossa música na net. É preciso pensar no produto que têm e quais são os vossos objectivos, e definir um plano para conseguirem chegar a um público mais vasto. Mas nunca se esqueçam, o público mais importante que têm é aquele que está à vossa frente, em cada concerto.

Como gostamos que os músicos estejam bem equipados, aqui no Salão Musical de Lisboa temos uma oferta de qualidade em instrumentos e equipamentos, para vos ajudar a criar a vossa música.

Publicado no dia 2017-09-08 por Salão Musical de Lisboa Atualidade 0 185
Tag: música

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar