A importância de uma boa linha de baixo

A importância de uma boa linha de baixo

“Ser baixista é fácil, só têm 4 cordas para tocar uma nota de cada vez!” Quem foi o baixista que nunca ouviu isto? Ignorados, incompreendidos e raramente com estatuto de estrela, os baixistas são o motor de qualquer banda. A percepção que a maioria das pessoas têm deles é grave.

São, numa perspetiva futebolística, o 6 de uma equipa, aquele médio que é a primeira linha de defesa, mas o primeiro a definir as acções atacantes.

Não acreditam? Tirem o Flea aos Red Hot Chili Peppers, ou apaguem a faixa com o baixo em todo o rock clássico, ao funk e ao soul, ao reggae, à música dita pimba e vejam o que acontece. Nada, vocês não se sentem impelidos ao movimento, à dança, e ficam quietos à espera que aquilo passe. E isso é porque, apesar de termos ainda a harmonia, a melodia e a batida, falta o balanço.

Há músicas que se definem e reconhecem pela sua linha de baixo, há bandas que têm como líderes os seus baixistas (Police, Level 42, Beatles, Primus, Morphine). É no diálogo que têm com os seus irmãos de trincheira - os bateristas - que os baixistas deste mundo pegam numa banda com executantes razoáveis e fazem com ela músicas dançáveis. Sim, é a linha de baixo que devem seguir se querem dançar em condições, é ela que marca o ritmo, numa linha melódica que faz parte da harmonização. Ou seja, é o que cola tudo.

Há uma explicação científica que justifica a importância de uma boa linha de baixo numa canção: o nosso cérebro está mais receptivo e atento às frequências graves do baixo, ao ponto de detectarmos mais depressa um “prego” numa linha de baixo do que num solo de guitarra. O que só prova que podemos aguentar guitarristas assim-assim, mas nunca um mau baixista.

Neste vídeo podemos ver 100 linhas de baixo que toda a gente conhece, de várias décadas, em estilos musicais completamente diferentes. E vejam como só uma bateria e um baixo chegam para fazer a festa completa. Vão perceber de certeza o que estamos a falar.

E se têm um amigo baixista, passem a tratá-lo com mais respeito, ele merece.

O Salão Musical tem baixos elétricos, acústicos e eletroacústicos, para iniciados, ou para quem está no nível Victor Wooten. Visitem-nos.

Publicado no dia 2017-07-17 por Salão Musical de Lisboa Cordas 0 456
Tag: baixo

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar