Salão Musical de Lisboa Loja de instrumentos musicais desde 1958
Salão Musical de Lisboa Loja de instrumentos musicais desde 1958

Usamos cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Configuração de cookies

Costumização
  • Cookies de terceiros para fins analíticos.
  • Mostre recomendações personalizadas com base na sua navegação em outros sites.
  • Mostre campanhas personalizadas em outros sites.
Funcional (obrigatório)
  • Necessário para navegar neste site e usar suas funções.
  • Identifique você como um usuário e armazene suas preferências, como idioma e moeda.
  • Personalize sua experiência com base em sua navegação.

Pianistas nacionais clássicos

Publicado por2017-05-02 por 8653
Guardar
Portugal tem enormes pianistas, reconhecidos internacionalmente,que têm tocado com os melhores maestros, orquestras e músicos clássicos mundiais. Vamos falar de três deles, um mais do que conhecido e reconhecido pelo público em geral, outro que é uma estrela praticamente estabelecida no mundo da música clássica e que prossegue o seu percurso ascendente, e, o último, é uma figura preponderante no percurso formativo dos melhores pianistas nacionais dos últimos anos.

Portugal tem enormes pianistas, reconhecidos internacionalmente,que têm tocado com os melhores maestros, orquestras e músicos clássicos mundiais. Vamos falar de três deles, um mais do que conhecido e reconhecido pelo público em geral, outro que é uma estrela praticamente estabelecida no mundo da música clássica e que prossegue o seu percurso ascendente, e, o último, é uma figura preponderante no percurso formativo dos melhores pianistas nacionais dos últimos anos.  

Maria João Pires

Nome incontornável do piano nacional, Maria João Pires é dos poucos nomes transversais na cultura portuguesa, reconhecida como uma enorme pianista mesmo por quem nunca a ouviu tocar.

Aos 5 anos dá o seu primeiro recital e, depois estuda no Conservatório de Lisboa, para mais tarde partir para a Alemanha para prosseguir os seus estudos. O reconhecimento internacional surge quando vence o Primeiro Prémio do Concurso do Bicentenário de Beethoven em 1970, e desde então tocou com as melhores orquestras e maiores nomes da música clássica mundiais.

O que separa Maria João Pires dos demais é a sua sensibilidade na interpretação dos temas, a inteligência e fluidez com que aborda Bach, Beethoven, Brahms, Chopin Schumann, Schubert, Mozart e  tantos outros compositores dos períodos clássico e romântico. É um verdadeiro tesouro nacional e um exemplo na cultura nacional, ao ter fundado o Centro de Belgais para o Estudo das Artes, no interior do país.

 

Artur Pizarro

Quer a solo, a duo, orquestras de câmara ou como solista com algumas das maiores orquestras do mundo, Artur Pizarro tem conquistado prestígio internacional graças à sua técnica desenvolta e virtuosismo. Começou a sua carreira profissional com 13 anos, apresentando desde então a sua inteligência e sensibilidade em palcos do mundo inteiro,. tendo ganho o Leeds International Pianoforte Competition, em 1990.

Pizarro procura não só interpretar os compositores e as obras de referência, mas também trabalhos menos conhecidos, sendo reconhecido pela sua versatilidade. Com vários discos editados, é um dos músicos portugueses mais profícuos da actualidade no panorama clássico internacional.

 

Jorge Moyano Marques

Se procurarem no currículo de alguns dos maiores pianistas nacionais dos últimos 25 anos, deverão encontrar o nome de Jorge Moyano lá pelo meio, como professor. Terminou o Curso Superior de Piano no Conservatório Nacional de Música de Lisboa em 1968, mas ainda fez o Curso de Engenharia Civil antes de se dedicar ao ensino do piano em exclusivo em 1975.

Com vários prémios nacionais, é também concertista, tendo participado nas temporadas de concertos da Fundação Calouste Gulbenkian e do Centro Cultural de Belém e ainda em diversos festivais, nacionais e internacionais, e com várias orquestras, como a Orquestra Gulbenkian, a Sinfónica Portuguesa, a Nacional do Porto, Metropolitana de Lisboa, Sinfónica de Tóquio, Orquestra de Câmara da Comunidade Europeia, entre outras.

Mais do que executante, Jorge Moyano é uma referência no ensino de excelência do piano em Portugal.

 

Havemos de voltar a outros pianistas, mais e menos jovens, que vão reforçando uma tradição de intérpretes de música clássica e contemporânea, cada vez mais reconhecida internacionalmente.

Se ficaram com vontade de praticar algumas escalas no piano, lembramos que no Salão Musical temos uma oferta diversificada e de qualidade em pianos verticais e de cauda, assim como serviços de manutenção e reparação. Basta espreitarem a nossa página.

Tag: pianistas
Deixar um comentário
Deixar comentário
Faça login para inserir um comentário
Salão Musical de Lisboa Loja de instrumentos musicais desde 1958

Salão Musical de Lisboa

Crie uma conta gratuita para guardar produtos favoritos.

Registar