Takamine - as guitarras da alta montanha

Takamine - as guitarras da alta montanha

Nascida no sopé da montanha que lhe deu o nome, a Takamine é um dos nomes mais prestigiados no fabrico de guitarras acústicas e semi acústicas do mundo inteiro. Venham conhecer um pouco dos mais de 50 anos de história e arte desta marca japonesa.

O início da Takamine foi humilde. A princípio, e como tantas outras marcas agora globais, começou como um negócio de família. Era uma pequena loja na cidade de Sakashita que vendia guitarras à sombra do monte Takamine, que significa “monte alto” ou “alta montanha”. 

A influência da cultura americana da época trouxe o rock and roll para o Japão. A popularidade da guitarra cresceu e fez crescer também o pequeno negócio de família, que passou também a produzir estes instrumentos. Em 1962, a loja - agora fábrica - adoptou o nome da montanha vizinha e, antes do fim da década, já tinha mais de 60 trabalhadores na sua linha de montagem. 

O grande salto na qualidade das Takamine iniciais dá-se quando convidam o luthier Mass Hirade para assumir o controlo da produção. Hirade teve tanto sucesso no desenvolvimento da fábrica e dos produtos que, em 1975, assume a presidência da marca. 

Este foi um período auspicioso para a Takamine. Em 1976, uma guitarra de 12 cordas gravou um dos momentos mais épicos da história do rock, mudando para sempre a história da marca. 

Uma introdução para a Eternidade

Em Miami, Don Felder estava a preparar a gravação do disco que iria também definir o seu futuro e o da sua banda. Para a introdução do que viria a ser um dos singles mais vendidos de sempre, Felder pegou numa Takamine e nada voltou a ser igual. Se há momentos decisivos na cultura popular, este é um deles.  

O som da Takamine cativou outros artistas e, na década de 80, era possível ver destas  guitarras japonesas - agora elevadas a instrumentos de culto - nos grandes palcos mundiais. 

Arte e engenho

Foi também por esta altura que a Takamine desenvolveu com sucesso o conceito de guitarra electro acústica ou semiacústica. Não foram os pioneiros, mas foram os que conseguiram criar um modelo que conseguiu convencer os músicos mais exigentes. 

A PT-007S tinha um pickup cerâmico que traduzia a riqueza harmónica e o tom já presentes no modo acústico com fidelidade e qualidade, sem feedbacks. A possibilidade de a ligar diretamente a um sistema de amplificação fez com que fosse um dos instrumentos essencias na coleção de músicos como Ry Cooder ou Steve Lukather.

Apesar dos componentes eletrónicos terem passado a ser uma componente muito importante das Takamine, a marca sempre investiu no aperfeiçoamento da estrutura de base. Sem uma boa guitarra acústica não há uma boa guitarra electroacústica.

As guitarras Takamine são uma obra de design, engenharia e arte, com pormenores que as fazem destacar de todas as outras no mercado. Isto porque a Takamine dá sempre mais prioridade à qualidade do que à velocidade de fabrico.

Entre as características mais interessantes de muitos dos seus modelos está o recorte assimétrico do braço, mais fino na metade de cima para melhor se ajustar à forma da mão. Mas tudo começa no corpo, feito com madeiras seleccionadas e uma estrutura que lhes dá solidez e uma tonalidade excepcionais. 

A forma corpo também não escapou à inovação da Takamine, que desenhou um formato próprio, o NEX, que produz um som cheio e equilibrado, mas com uma caixa de menores dimensões. 

A atenção ao detalhe é tal que nem os trastes escapam à atenção dos artesãos da Takamine. Artesãos, mas dos tempos modernos. Cada traste é colocado e ajustado com a ajuda de um sistema laser, porque a diferença entre o bom e o excelente está, por vezes, na distância de menos de um milímetro.

As guitarras Takamine são instrumentos de grande valor estético, com detalhes decorativos bem trabalhados e de muito bom gosto. As rosetas e os embutidos são colocados de forma meticulosa, dando um aspecto luxuoso a cada guitarra. 

Split Saddle

A ponte da Takamine foi também alvo da inovação. Muitos modelos não usam o sistema de pinos tradicional, para que trocar cordas seja umaoperação rápida, e o cavalete está dividido ao meio para uma melhor intonação do Si e do Mi agudos. 

Nada é deixado ao acaso, e cada alteração no desenho de uma guitarra Takamine é feita com um propósito: fazer melhores instrumentos, com o melhor som.

Vejam a fábrica da Takamine por dentro e apreciem o cuidado que colocam no fabrico de cada instrumento.

https://cdn.connectsites.net/user_files/takaminecommunity/videos/001/971/790/transcoded.mp4?1523044920 



Artistas

Os instrumentos são também os músicos que os tocam, e a Takamine conseguiu cativar músicos incríveis pelo mundo inteiro. Entre os mais famosos podemos encontrar Garth Brooks, Jon Bon Jovi, Steven Wilson, Hozier, Bruno Mars, Bruce Springsteen, John Scofield, e... Rick Astley. 

Não vos vamos fazer um RickRoll, sosseguem. Temos outro artista que toca com guitarras Takamine há décadas.

O Boss é que sabe. E vocês também podem ficar a saber o que é ter uma guitarra destas. 

O Salão Musical tem em catálogo guitarras Takamine que valem bem a pena espreitar. Visitem a nossa loja online e escolham a vossa.

Publicado no dia 2021-10-20 0 205

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar