Como praticar música em silêncio: auscultadores,  sistemas e instrumentos silent

Como praticar música em silêncio: auscultadores, sistemas e instrumentos silent

Foto: Erwi / Unsplash

Nem toda a gente pode ter uma divisão insonorizada em casa para poder tocar o seu instrumento musical sem incomodar os vizinhos.

Mas existem formas de praticar a vossa música em silêncio. Vamos conhecer algumas delas.

Índice de conteúdos

Auscultadores

Mesas de mistura

Interfaces de áudio

Amplificadores

Metrónomos

Pedaleiras e pedais

Sistemas Silent

Instrumentos silenciosos

Notas finais

Auscultadores

A não ser que estejam a tocar um instrumento electrónico, como uma bateria digital ou um teclado, um par de auscultadores por si só não chega. É preciso ligá-los a um equipamento intermédio que fique entre o vosso instrumento e os vossos ouvidos. Mas são um dos elementos essenciais para poderem tocar em silêncio.

Para escolherem os auscultadores certos, devem ter em conta os seguintes pontos:

  • preço
  • conforto
  • objectivo

Para praticar o vosso instrumento musical não precisam de uns auscultadores de qualidade de estúdio. Um par de auscultadores com boa definição sonora e que se adeque às frequências principais do instrumento que tocam - se tocam baixo devem ter em conta a resposta dos auscultadores a frequências mais graves - não precisa de ser muito caro.

Acima de tudo, e se estão a pensar tocar durante períodos alargados de tempo, devem ser confortáveis. Vão exercer muita pressão sobre as orelhas? São demasiado pesados? O fio é suficientemente longo? Este último ponto é ainda mais importante se vão tocar em conjunto com outros músicos e estão todos ligados à mesma origem para se ouvirem.

Analisem o ambiente onde vão tocar, o espaço que têm e a distância a que vão ficar do equipamento para comprar os auscultadores certos.

Auscultadores no Salão Musical

Auscultadores no Salão Musical

Mesas de mistura

Uma mesa de mistura é um equipamento muito versátil e útil para quem toca em casa. Podem ligar várias fontes de som à mesa e ter uma saída com a mistura final.

Por exemplo, se o vosso amplificador não tiver uma entrada auxiliar a que possam ligar um reprodutor de áudio (que pode ser desde um leitor de mp3 a um tablet, de um gira discos a uma televisão), podem ligar os dois equipamentos à mesa e ouvir a mistura através da saída de auscultadores.

Se estiverem a ensaiar com outro músico, podem ligar-se os dois à mesma mesa e, depois, dividir o sinal dos headphones através de um adaptador. É uma solução simples e que resulta para a maioria das situações.

Mesas de mistura no Salão Musical

Mesas de mistura no Salão Musical

Interfaces de áudio

Um interface áudio é uma boa alternativa a uma mesa de mistura. Basicamente, um interface áudio é uma placa de som externa que pré amplifica o sinal do instrumento ou do microfone e o transforma num sinal digital que pode ser utilizado pelo vosso computador.

Dentro do computador, o som pode ser tratado através de programas que simulam amplificadores e outros efeitos. Todas as placas de áudio têm a possibilidade de monitorização através de headphones, pelo que são uma excelente opção, especialmente se estiverem interessados em gravar e produzir a vossa música.

Existem ainda outras soluções mais simples que ligam diretamente a guitarra ao PC via USB, por exemplo.

Interfaces áudio no Salão Musical

Interfaces áudio no Salão Musical

Amplificadores

Os amplificadores modernos são capazes de fazer tudo, desde emular diversos tipos de amplificadores a criar cadeias de efeitos antes apenas acessíveis com uma coleção de pedais ou com uma pedaleira, até servirem como placa de áudio para ligarem a um computador.

Todos os amplificadores de nova geração vêm com uma saída para headphones, com enorme fidelidade e qualidade sonora.

A série Katana da BOSS e os Mustang da Fender são um excelente exemplo das possibilidades sonoras que os amplificadores modernos oferecem. Existem até versões de secretária, de som bem presente e muito práticos para tocar com auscultadores.

Ou então, podem sempre optar por um amplificador de bolso, como o Fender Micro Mustang. Dá para tocar silenciosamente, sem latências. O Mustang Micro pode ser ligado por Bluetooth a um dispositivo móvel, tablet ou computador, para poderem ouvir outras músicas e tocar por cima delas.

Podem até gravar a sua guitarra e a faixa de áudio que estão a ouvir, simultaneamente, usando a saída USB-C do Mustang Micro.

A melhor parte é que têm acesso a tons de 12 amplificadores, desde sons sons limpos a distorcidos.

Metrónomos

Uma das ferramentas fundamentais para qualquer músico é o metrónomo. Muitas vezes ignorado e mal amado, um bom metrónomo é um excelente investimento para quem quer ter um tempo constante e preciso.

E se der para tocar em silêncio, ainda melhor. Alguns modelos, como o Boss DB-30 Dr Beat, permitem ligar o vosso instrumento e amplificar o sinal para poderem tocar sem perderem o tempo.

Pedaleiras e pedais

Nem todos os pedais fornecem uma saída amplificada aceitável para uma experiência sonora agradável, mas muitas pedaleiras oferecem uma saída dedicada para auscultadores.

O sinal original é amplificado e ainda podem usar os efeitos que quiserem.

Pedaleiras mais avançadas como a Boss ME 80 oferecem uma qualidade sonora para auscultadores de nível superior e são uma excelente alternativa para tocar guitarra sem fazer barulho.

Pedais e pedaleiras no Salão Musical

Pedais e pedaleiras no Salão Musical

Sistemas Silent

Até agora temos falado de equipamentos dirigidos para instrumentos elétricos e eletrónicos. Mas, e quem tem um piano acústico?

Os sistemas Silent permitem transformar um piano acústico num piano digital. Com o sistema Silent ligado, o som acústico é eliminado e pode ouvir o que está a tocar através de auscultadores.

Estes sistemas são particularmente úteis para praticar no seu piano acústico, mantendo todas as características físicas como o peso das teclas, sem produzir som exterior.

Sistemas silent para piano no Salão Musical

Sistemas silent para piano no Salão Musical

Muitas marcas de piano já incluem este sistema em alguns dos seus modelos. Falem conosco para descobrirem mais sobre este sistema.

Instrumentos silenciosos

E se o vosso instrumento for mesmo muito silencioso, e tiver a funcionalidade de se ligarem directamente a ele com os vossos auscultadores?

A Yamaha criou uma série de instrumentos chamada Silent, que inclui instrumentos de arco, guitarras e até sistemas para sopros.

Especialmente no caso dos instrumentos de cordas, a solução foi criar um instrumento sem caixa de ressonância, com um sistema de pré amplificação incluído. O músico pode ligar os auscultadores ao sistema e está pronto para praticar a qualquer hora do dia ou da noite, pois o som acústico produzido é mínimo.

Podem sempre ligá-los depois a um sistema de amplificação externo, como um PA ou um amplificador e fazerem-se ouvir na perfeição.

Instrumentos e sistemas Silent no Salão Musical

Instrumentos e sistemas Silent no Salão Musical

Notas finais

Como podem ver, não existem desculpas para não praticarem a vossa música quando quiserem. Os vizinhos agradecem que guardem a vossa musicalidade para o palco e vocês não ficam a sentir que lhes deviam ir bater à porta para lhes cobrar pela música grátis que lhes oferecem regularmente até altas horas da noite.

O importante é o conforto de toda a gente e que continuem a praticar com concentração, sem contratempos dados na parede do lado, porque nem toda a gente percebe o que é um polirritmo.

Visitem a nossa loja online e, se tiverem alguma dúvida, falem conosco.

Publicado no dia 2022-11-30 por Salão Musical de Lisboa Atualidade, Amplificação 0 339

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar