Salão Musical de Lisboa Loja de instrumentos musicais desde 1958
Salão Musical de Lisboa Loja de instrumentos musicais desde 1958

Usamos cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

Configuração de cookies

Costumização
  • Cookies de terceiros para fins analíticos.
  • Mostre recomendações personalizadas com base na sua navegação em outros sites.
  • Mostre campanhas personalizadas em outros sites.
Funcional (obrigatório)
  • Necessário para navegar neste site e usar suas funções.
  • Identifique você como um usuário e armazene suas preferências, como idioma e moeda.
  • Personalize sua experiência com base em sua navegação.

O que é bedroom pop (e como fazer)?

Publicado por2024-02-23 por 538
Guardar

Querem ser a próxima Billie Eilish sem sair do conforto do vosso quarto? Descubram o que é a bedroom pop e o que precisam para a fazer.

Querem fazer música e atingir o estrelato sem sair do conforto do vosso quarto? Está na hora de aprender a fazer bedroom pop!

Nunca foi tão fácil fazer música como agora. As ferramentas de gravação modernas são tão acessíveis que podemos montar um pequeno estúdio em casa com um mínimo de investimento.

Esta facilidade criou um estilo, muito adequado ao conforto e acústica dos quartos, chamado bedroom pop. Introspectiva, intimista, suave qb para não incomodar os vizinhos e bastante experimental na produção, a pop feita em pantufas ganhou um espaço na cena musical moderna.

Venham descobrir as características principais deste género musical, que material precisam e como concretizar a vossa música, em pijama.

O que é Bedroom Pop?

Como fazer bedroom pop?

1. Comecem com um equipamento básico

2. Experimentem técnicas de Produção

3. Letras Introspectivas e Pessoais

4. Em busca da Simplicidade

5. Sejam Autênticos

6. Partilhem a vossa Música

Bedroom pop: artistas mais populares

Notas Finais

O que é Bedroom Pop?

A bedroom pop caracteriza-se por uma produção e sonoridade lo-fi, o que não significa má qualidade. Apenas não soa como uma grande produção de estúdio (a não ser que tenham um irmão chamado Finneas).

As canções de bedroom pop têm um registo intimista, baseadas naquelas ideias que nos passam pela cabeça quando estamos à espera de adormecer (ou aquelas que nos surgem logo quando acordamos - houve um senhor chamado Proust que escreveu umas dezenas de páginas sobre as memórias que a personagem principal do seu livro recordou naqueles primeiros minutos entre o acordar e sair da cama, por isso, material não falta, basta estar tomar nota).

A grande vantagem é que, como não é preciso muito equipamento para começar a gravar uma ideia, é só sair da cama (ou não) para colocar os primeiros acordes e melodias. O quarto é o vosso estúdio (daí o nome), e não deve haver sítio mais aconchegado para mostrar a nossa individualidade criativa.

Esta atitude independente e confortável tem encontrado público nas redes sociais já que, para além da composição e execução, os músicos são também responsáveis pela promoção do seu trabalho nas redes sociais. O estilo torna-se cativante porque permite uma ligação mais profunda entre artistas e fãs que, provavelmente, também ouvem bedroom pop no conforto do seu quarto.

Como fazer bedroom pop?

Agora que temos uma ideia do espírito e sonoridade deste estilo musical, vamos perceber como é que podem fazer as vossas próprias canções.

1. Comecem com um equipamento básico

Não é preciso um estúdio profissional para fazer música. Aliás, alguns dos melhores álbuns de sempre foram gravados em casa com um mínimo de equipamento de gravação.

Se têm um computador e uma forma de criar e colocar som lá para dentro, então já têm metade do problema resolvido. Mesmo que não tenham nem toquem um instrumento, podem fazer beats num programa gratuito e gravar a voz por cima com o microfone do computador. A imaginação é o limite.

Mas o kit básico para um estúdio caseiro é algo como isto:

  • Computador, laptop ou tablet. Até o smartphone pode servir para gravar músicas simples.
  • Software de gravação, ou DAW. Há muitos gratuitos e de grande qualidade.
  • Microfone. Não precisam de gastar muito dinheiro num microfone de qualidade que vos irá durar a vida toda. Há modelos USB que podem ligar directamente ao PC e modelos XLR, que é a ligação padrão, e que são ligados a um interface de áudio, que está ligado ao PC
  • Interface de áudio. É uma placa de áudio externa para ligar instrumentos como guitarras elétricas ou baixos e microfones, que pré-amplifica o sinal e transforma-o para um formato digital para poder ser processado pelo computador.
  • Auscultadores. Essenciais para ouvirem o que estão a fazer com qualidade.
  • Teclados MIDI e outros instrumentos. Não são essenciais, mas mais instrumentos dão mais escolhas sonoras e ideias. Um teclado midi pode ser usado para criar uma orquestra, com a ajuda de programas e bancos de sons. E existem muitos gratuitos, que até vêm de oferta com um teclado novo.

Não é preciso muito para começar a fazer música sem sair do quarto. O segredo é ter uma configuração que permita capturar as vossas ideias e dar-lhes som, ainda antes da chaleira ter aquecido a água para o chazinho que acompanha as vossas sessões criativas.

Leiam Como montar um estúdio de gravação em casa

2. Experimentem técnicas de Produção

A estética lo-fi da bedroom pop obriga a alguma imaginação, já que vive de constrangimentos. E os constrangimentos são uma excelente ferramenta criativa para encontrar musicalidade no que tradicionalmente seria um problema.

Ouvem-se os carros lá fora? Usem-nos como fundo sonoro. Não sabem usar bem um efeito mas gostaram da forma como distorceu a vossa voz? Não há ninguém que vos proíba de fazer o que vos apetece. Se vos soa bem, usem-no.

Como o quarto e o tempo são vossos, não há pressão para cumprir com orçamentos, nem existem interferências de produtores ou engenheiros de som. Aprendam o máximo que puderem sobre gravação e edição áudio, mas usem os erros em vosso favor. Às vezes o que não é considerado correto para a indústria é perfeito para a vossa música.

E podem sempre aprender os métodos usados na indústria musical, sem gastar dinheiro. O YouTube está cheio de gente que vos ensina a parte técnica de produzir música em casa mas a parte criativa é vossa.

Não tenham medo de experimentar coisas novas – a beleza da bedroom pop está na sua independência e individualidade.

3. Letras Introspectivas e Pessoais

A bedroom pop é uma expressão muito crua dos sentimentos e experiências do artista e isso transparece nas letras.

Escrever letras significativas em que o público se reveja exige uma enorme dose de sinceridade. Exige muita prática mas, acima de tudo, coragem. Esta exposição pessoal que é tão aliciante é também a parte mais complexa e difícil do processo de criação. Podem esconder-se mas o apelo deste estilo é mostrar tudo, de uma forma criativa e universal.

Existem muitos canais de YouTube dedicados ao que se chama de songwriting, que é escrever canções. Mas não percam muito tempo a estudar isso: as músicas primeiro escrevem-se e melhoram-se depois. Até podem fazer uma sestazinha para clarificar as ideias sem terem que sair do estúdio.

4. Em busca da Simplicidade

A Bedroom pop é musicalmente simples, pelas suas limitações (que já dissemos que são uma coisa boa). Por isso, não compliquem os vossos arranjos. Além disso, é pop. Não tem que ser musicalmente básica mas não deve soar complicada, mesmo que tenha polirritmos, modulações de tom e acordes cheios de extensões.

Existe uma tradição de canções que serviram de base para o jazz - os standards - que são musicalmente interessantes e complexas mas que parecem simples, e é fácil de perceber porquê: têm melodias que ficam no ouvido e uma harmonia que serve a canção.

A voz é o mais importante na bedroom pop. É a letra e a expressão que importam, por isso a parte instrumental deve ser mínima, servir a voz e não se sobrepor a ela. Menos é mais.

5. Sejam Autênticos

Se não podem ser vocês mesmos na privacidade do vosso quarto, onde poderão ser? Um dos fascínios da bedroom pop é a sua autenticidade. Não tenham medo de ser quem são nem de expressar o que sentem e deixem a vossa personalidade brilhar nas notas da vossa música.

Cada um de nós é único, e todos temos as nossas manias, idiossincrasias e gostos. Mostrem-se na vossa música, os fãs da bedroom pop procuram essa genuinidade.

6. Partilhem a vossa Música

Depois de terminarem a vossa faixa de bedroom pop,vamos partilhá-la com o mundo. E nunca foi tão fácil fazer isso. Podem partilhar a vossa música diretamente com os vossos seguidores nas redes sociais, com um vídeo, ou colocá-la numa plataforma com o SoundCloud, Bandcamp ou YouTube.

Existem também distribuidoras digitais que fazem isso automaticamente, a um custo anual muito baixo.

Depois é promover a vossa música nas redes sociais para atingir novos públicos. Não se esqueçam de interagir com os vossos fãs, respondam aos comentários deles e construam uma comunidade em torno da vossa música.

As redes sociais também podem ajudar a encontrar e criar ligações e colaborações com outros artistas que estejam na mesma onda e que nunca encontrariam de outra forma.

Mostrem-se no vosso melhor, partilhem, ouçam as críticas construtivas, façam mais música, repitam.

Bedroom pop: artistas mais populares

Aqui estão alguns exemplos de artistas pop populares para conhecer e entender melhor o som deste género musical.

  • Clairo: Clairo é conhecida pela sua pop sonhadora e introspectiva. A sua canção "Pretty Girl" cativou um público vasto e mostrou o estilo único e muito lofi desta cantora. É uma das grandes pioneiras deste estilo musical

  • Rex Orange County: A música de Rex Orange County combina elementos de indie pop, R&B e bedroom pop. O álbum "Apricot Princess" é uma excelente amostra das suas composições sinceras e pessoais.

  • Cuco: A música de Cuco combina a bedroom pop com indie rock e dream pop. A música "Lo Que Siento" foi um sucesso viral com o seu som descontraído e nostálgico.

  • Beabadoobee: Beabadoobee é uma cantora filipino-britânica que saltou para o estrelato com “Death Bed”, uma canção de Powfu que usa como base a sua composição “Coffee”.

  • Arlo Parks: começou no seu quarto a fazer música. Após ter publicado uma canção no Soundcloud, Arlo Parks ganhou nome na cena DIY de Londres e é uma artista de mérito na cena musical inglesa moderna.

  • Billie Eilish: se a rainha da pop é a Madonna, a rainha da bedroom pop é Billie Eilish. É verdade que dá jeito ter uma família influente e um irmão que é um produtor de grande qualidade mas, como dissemos antes, a bedroom pop usa o que está à mão. Da sua gravação caseira para os Óscares (duas vezes), Eilish é a versão glamourosa deste estilo musical. O seu primeiro EP é uma mostra de talento e qualidade que elevaram bem alto a fasquia para outros músicos deste estilo.

Estes são apenas alguns exemplos da diversidade de artistas de bedroom pop. Cada artista traz seu próprio estilo e som únicos, fazendo com que este género musical esteja em constante evolução e cheio de artistas completamente diferentes para explorar.

E se precisam de um vídeo para ver como podem fazer bedroom pop ao estilo da Clairo em cinco passos, vejam este:

Notas Finais

A bedroom pop é um estilo que incentiva a criatividade e a expressão individuais, usando um mínimo de recursos, aberto à experimentação, letras intimistas, e que aposta na simplicidade e autenticidade.

É usar o que se tem da melhor forma. Podemos dizer que é a atitude do punk mas de robe e cabelo despenteado, em vez de alfinetes e cristas moldadas a gel. E com muitos menos decibéis.

No Salão Musical, entendemos a importância de ter as ferramentas certas para darem vida aos vossos sonhos pop. De equipamentos de gravação a instrumentos e acessórios, temos tudo o que precisam para criarem um estúdio no conforto do vosso quarto. Visitem a nossa loja online e deixem a vossa pegada no mundo da música de pantufas!

Foto: Sincerely Media / Unsplash
Tag: midi
Deixar um comentário
Deixar comentário
Faça login para inserir um comentário
Salão Musical de Lisboa Loja de instrumentos musicais desde 1958

Salão Musical de Lisboa

Crie uma conta gratuita para guardar produtos favoritos.

Registar