Como usar o loop de efeitos do amplificador

Como usar o loop de efeitos do amplificador

Um dos grandes mistérios que assombram os guitarristas é quando olham para a parte de trás de um amplificador e vêem duas entradas de jack denominadas return e send, ligadas pelas palavras FX (ou Effects) Loop.

Há amplificadores que passam uma vida inteira de uso sem que os seus donos arrisquem sequer ligar lá um cabo. Mas vamos desmistificar este assunto para vos ajudar a ter melhor som e a retirar o máximo potencial dos vossos pedais de efeitos e do vosso amplificador.

Para que serve o loop de efeitos?

Serve para colocar o sinal de um pedal de efeitos apenas na fase de amplificação de um amplificador, sem passar pela fase de pré-amplificação. Ficaram na mesma não foi?

Para perceber isto, temos que perceber como um amplificador funciona.

Quando ligam o cabo que sai da vossa guitarra diretamente no input do amplificador, esse sinal é pré-amplificado. É a pré-amplificação que define o tom e a personalidade do amplificador, e a parte onde é equalizado. É onde está também o controle de saturação do sinal - também conhecido por overdrive.

Esse sinal depois passa para a fase seguinte que é a da amplificação propriamente dita, sendo depois enviado para as colunas. O loop de efeitos coloca o sinal do pedal entre estas duas fases, sem ser afectado pela pré-amplificação.

Normalmente, o que a maioria dos guitarristas faz é passar noites inteiras acordado a pensar na melhor ordem para os seus pedais de efeitos, ligando a guitarra ao primeiro da série e depois ligando o último ao input do amplificador. Já explicámos como o podem fazer para não perderem o sono por causa disso.

Se o fizerem desta forma, o som final da sequência de pedais será moldado pelos parâmetros da pré-amplificação que tiverem definidos no amplificador. E não há mal nenhum nisso, 98% dos guitarristas provavelmente toca assim e não lhes faz diferença.

Mas há certos tipos de pedais que, ao passarem pela pré-amplificação, tornam o som mais sujo e pastoso, por causa da equalização ou da saturação criadas nessa fase.

Os pedais que mais beneficiam de um FX loop são os pedais moduladores e que trabalham com parâmetros temporais: Chorus, Reverb, Phase, Delay. Estes efeitos acabam por perder eficácia ou por estragar a qualidade sonora do sinal quando misturados na pré-amplificação com o overdrive.

Portanto, o ideal é colocá-los depois do sinal já pré-amplificado, equalizado e saturado pelo pelo vosso amplificador, tal e qual como se tivesse passado por um pedal de distorção (revejam a ordem sugerida para os pedais de efeitos e tudo fará sentido agora).

Mas não são só os pedais moduladores: um pedal de ganho pode dar mais corpo ao sinal pré-amplificado ou mesmo um pedal de distorção pode dar ainda mais consistência e personalidade som gerado nessa primeira fase do amplificador.

Como usar o loop de efeitos?

Primeiro, verifiquem se o vosso amplificador tem canais de Send e Return. Normalmente estão presentes no painel posterior do amplificador sob “Effects Loop” ou “FX Loop”. Depois, peguem em dois cabos de jack.

  1. Liguem um dos cabos no Send que, como o nome indica, irá enviar o sinal do amplificador para o pedal;
  2. Liguem a outra ponta desse cabo no input do pedal (ou no primeiro da série de pedais) que vão usar;
  3. Liguem o outro cabo no output do pedal (ou do último da série);
  4. Liguem-no agora ao Return para o sinal regressar ao amplificador.

A guitarra - diretamente ou através de outros pedais do vosso arsenal - deverá estar ligada ao input do amplificador. Vejam este vídeo para uma explicação mais visual e com exemplos sonoros.

Quando usar o loop de efeitos

Passar um pedal ou cadeia de pedais pelo loop de efeitos é perfeito para quem usa muita distorção e gosta moldar os sons que consegue produzir com o amplificador, sem perder a qualidade e personalidade quer do amplificador quer do pedal.

Podem fazer isso com os pedais moduladores indicados anteriormente ou usar mesmo pedais de distorção ou de amplificação de sinal para dar mais corpo ao Overdrive original do amplificador. Façam experiências e sigam o vosso ouvido. Estas são apenas algumas orientações, não são regras. E se fossem regras, podiam ser testadas e quebradas, é o que dá piada a isto.

Também é útil para quem tem pedaleiras e não quer mudar a estética dos sons criados nesse dispositivo. Basta só ligar a guitarra ao amp diretamente, equalizar o sinal de forma mais neutra possível e ligar a pedaleira ao send e ao return para que o resultado final seja o mais fiel possível ao som que a pedaleira produz. Basicamente, a pedaleira só usa a amplificação do vosso amplificador e não a pré-amplificação.

O que precisam

Para usarem o loop de efeitos, precisam dos seguintes ingredientes:

Agora é só ligarem-se e cozinhar a vossa sonoridade com calma e paciência. Esperamos que agora percebam melhor a utilidade dessas duas entradas do vosso amplificador, e vos tenhamos ajudado a melhorar o som que conseguem tirar do vosso material.

Têm outras formas de usar o loop de efeitos? Partilhem-nas connosco nos comentários.

Publicado no dia 2020-02-25 por Salão Musical de Lisboa Amplificação 0 220

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar