Shure SM57 - o microfone que todos os músicos devem ter

Shure SM57 - o microfone que todos os músicos devem ter

O SM57 é o microfone para todas as ocasiões. Podemos vê-lo em palcos e estúdios por esse mundo fora a captar desde tarolas a violinos, encostado às redes de amplificadores de guitarras em alto débito de volume de distorção, ou ao serviço da voz de cantores de todos os estilos e até a amplificar a voz dos presidentes dos Estados Unidos. 

Saibam porque é que o Shure SM57 é o microfone que deve constar do rol de material de qualquer músico e porque é que é um dos melhores investimentos que irão fazer na vida.

História

O SM57 é o resultado das experiências do engenheiro da Shure, Ernie Seeler.Em 1959, Seeler pegou na cápsula do Unidyne III, um microfone direcional criado em 1937, para desenvolver uma versão mais compacta e com uma resposta de frequências mais alargada.


Durante três anos, Seeler levou as cápsulas e o corpo do seu protótipo até ao limite, sónica e fisicamente: deixou-o cair e atirou-o ao chão, salgou-o, pô-lo debaixo de água e até o cozinhou. O resultado desta tortura imensa - ou experiência culinária -  foi um microfone muito resistente e com uma capacidade de resposta excepcional em todas as frequências que Seeler batizou de SM (“Studio Microphone”). 

Seeler era um aficionado de música clássica e desprezava o rock’n’roll mas, ironicamente, todas as agruras a que sujeitou o SM57 fizeram dele o animal perfeito para a vida exigente dos palcos de rock, onde se manteve de forma brilhante ao serviço das cordas das guitarras elétricas em sobre-rendimento, em vez de violinos. 

Desde 1965 até aos dias de hoje, o SM57 foi posto à prova em todo o lado em que há uma captação musical de qualquer estilo, em qualquer parte do mundo, sendo até preferido mesmo quando há opções mais caras ao dispôr dos engenheiros de som. 

Há até quem garanta que o seu SM57 comprado há décadas, com milhares de horas apontados a altos volumes de som e com mais quedas, quilómetros e abusos que se possa imaginar, funciona tão bem como no primeiro dia em que o compraram. 

Características

O SM57 é um microfone dinâmico de padrão cardióide, com saída balanceada, capaz de suportar uma enorme pressão sonora.

Em português corrente, é um microfone que pode ser usado num ambiente com várias origens de som, mas que capta principalmente e de forma muito clara a que se encontra à frente da sua cápsula, ignorando os sons em fundo. Isto faz com que seja perfeito para palcos barulhentos.

Tem um forte efeito de proximidade, o que significa que as frequências mais graves ganham corpo quanto mais perto o microfone estiver da fonte de som. Aplicado a amplificadores de guitarra significa que o resultado é um som cheio e mais presente.

Consegue captar frequências entre os 40 e os 15,000 Hz, o que explica a sua versatilidade. Tanto pode ser apontado a um amplificador de baixo como dá claridade e brilho e captura a riqueza harmónica de outros instrumentos mais agudos. Tipo violinos, como Seeler tinha pretendido. 

O SM57 é capaz de aguentar com a pressão sonora de uma tarola a apenas alguns centímetros de distância ou encostado a um cone de amplificador de guitarra e manter a fidelidade sonora (aguenta até 140dB sem distorção na maioria das frequências - mais alto que o barulho de um avião a jacto!). 

É por estas e por outras que se tornou no microfone padrão da indústria musical.

Diferenças para o SM58

O Shure SM58 é o irmão gémeo do SM57. São iguais em tudo menos no aspecto - o SM58 tem uma grelha em forma de bola que serve de protecção e de filtro - e na resposta de frequências. 

O SM57 tem uma resposta mais neutra em toda a gama de frequências, enquanto que o SM58 é mais sensível nas frequências da voz humana. É por isso que o SM57 é mais utilizado com instrumentos musicais e o SM58 com vocalistas. 

Mas, como vimos logo no início, o SM57 tem sido usado para captar voz ao mais alto nível. Os especialistas dizem que o SM57 é particularmente indicado para cantores que produzem maior volume sonoro.

O Shure SM57 goza de um estatuto especial entre músicos, produtores e engenheiros de som por ser resistente, versátil, fiável e fiel ao som que capta. Não há um estúdio ou um palco que se preze que não tenha um ou vários microfones deste modelo. E vocês também deveriam ter pelo menos um, para o vosso estúdio caseiro ou para andar na estrada. 

A Shure tem um mini guia em que explica como colocar e usar o SM57 com vários instrumentos, e nós temos mais algumas ideias para gravar só o vosso ou a banda inteira


Não encontram melhor a um preço tão acessível. E não encontram melhor sítio para o comprar que no Salão Musical de Lisboa, onde temos os microfones que precisam e os acessórios para os acompanhar.

Publicado no dia 2020-10-13 por Salão Musical de Lisboa Atualidade 0 77

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar