O que são instrumentos de percussão?

O que são instrumentos de percussão?

Sabem aquelas perguntas de resposta muito óbvia que, se formos a ver bem, são mais complexas do que parecem? Esta é uma delas. 

Os instrumentos de percussão são os instrumentos mais antigos de todos. São eles que marcam o ritmo, esse elemento fundamental da expressão musical. Encontram-se há milénios nos hábitos e actividades de sociedades em todo o mundo, como parte de rituais e cerimónias, como incentivo às tropas a caminho do combate e até como meio de comunicação. O que nos leva a outra pergunta: o telégrafo pode ser considerado como um instrumento de percussão? OK, não vamos por aí, é um tema de uma nota só.

O que é um instrumento de percussão? Definem-se como instrumentos de percussão todos os instrumentos musicais dos quais se obtém som através de impacto ou percussão, agitação ou fricção.

O corpo humano pode ser um instrumento de percussão, ou não tivesse um mecanismo autónomo embutido que bate umas dezenas de vezes por minuto e que marca o ritmo da nossa vida. Terá sido até o primeiro de todos. Vejam como o corpo se pode transformar numa caixa de ritmos, das palmas às palmadas. 

Mas os outros instrumentos de percussão estão classificados de diferentes maneiras, que se misturam entre si. Vamos ver como.

Afinação 

Os instrumentos de percussão dividem-se em dois grandes universos: de afinação definida ou afinação indefinida.

Os instrumentos de afinação definida produzem um conjunto específico de notas musicais, que podem ser assinaladas com notação musical, tanto rítmica como melodicamente. Ou seja, podem tocar uma melodia.

Neste conjunto de instrumentos podemos encontrar o xilofone, tímpanos, marimbas e vibrafones.

Nos instrumentos de percussão de afinação indefinida estão todos os instrumentos que não produzem melodia, apenas ritmo. Estes instrumentos têm linhas dedicadas nas pautas de percussão, já que a notação é meramente rítmica.  Aqui encontramos as caixas e tarolas, bombos, pratos, castanholas, maracas, e centenas de outros. 

Vamos deixar-vos um desafio: o triângulo é um instrumento de percussão de afinação definida ou indefinida?

Deixem a resposta nos comentários quando a vossa cabeça fizer um “plim!”.

Execução

Para além da afinação, podemos dividir os instrumentos de percussão pela forma como são tocados.

Percussão directa

Aqui englobamos todos os instrumentos que são tocados através de impacto directo, ou seja, em que o elemento produtor do som - pele, corda ou o corpo do instrumento - é percutido com os membros do percussionista, com a ajuda de baquetas - a bateria. As clavas produzem som tocando uma contra a outra. 

Percussão indirecta

Nesta classe temos duas categorias: 

  • instrumentos que são tocados por agitação, como as maracas ou os chocalhos;

  • instrumentos tocados por fricção, como o reco-reco ou aquelas tábuas de lavar que vemos no bluegrass.

Isto ajuda muito a separar as águas, mas onde colocamos a pandeireta que pode ser tocada de forma direta e indireta?

Se calhar é mais fácil se olharmos para a última grande divisão

Elementos produtores de som 

Podemos classificar os instrumentos de percussão em idiofones, membranofones e cordofones, de acordo com o elemento que produz o som. Alguns são de afinação definida e outros de afinação indefinida.

Idiofones

No caso dos idiofones, é o próprio corpo do instrumento que produz o som. O exemplo mais claro são os pratos, mas também quase todos os instrumentos tocados por fricção e agitação. Metalofones, xilofones, claves e o triângulo são idiofones também. 

Membranofones

Como o nome indica, o som destes instrumentos é produzido por uma membrana em tensão - uma pele. São fáceis de identificar por essa característica - bombos e tambores, por exemplo - mas nem todos são tocados por impacto directo. A sarronca, um instrumento popular português, é tocado por atrito. O adufe é um dos membranofones mais ricos e populares do folclore português também. 

Qualquer que seja a sua categoria, os instrumentos de percussão são dos instrumentos mais acessíveis de tocar por pessoas de todas as idades e níveis musicais. O ritmo é um padrão mais ou menos complexo que cria cadência e movimento numa composição musical, e um dos elementos a que respondemos de forma mais imediata. 

É por isso que os instrumentos de percussão são tão divertidos e inclusivos: podemos todos acompanhar o tempo e obriga-nos a ouvir e a coordenar-nos uns com os outros. É por isso que são o fundamento de inúmeras tradições populares de todo o mundo.

A música erudita contemporânea explorou muito este tipo de instrumentos e todas a suas possibilidades. Steve Reich,  Béla Bartók, Lukas Ligeti, Edgard Varése, Philip Glass, entre muitos outros, usaram os instrumentos de percussão como protagonistas das suas peças.

Em ritmos mais simples, os instrumentos de percussão também são muito eficazes no desenvolvimento da coordenação motora e capacidades de cooperação dos mais pequenos, pelo que são logo os primeiros a serem introduzidos na educação musical dos mais pequenos. 

Neste vídeo podemos ver diversos instrumentos de percussão em acção e desafiamo-vos a identificar a que categorias pertencem. 

Esperamos que esta classificação tenha ajudado a clarificar em que categoria podem colocar o vosso instrumento de percussão e apresentado outros que ainda não conheciam. 

No Salão Musical temos instrumentos de percussão de todos os tipos, para todas as idades, modernos e tradicionais. de marcas reconhecidas por percussionistas de todo o Mundo - LPToca Percussion -  e também de Portugal  -  MMG.

Estão todos muito bem arrumados no nosso catálogo, e são muito fáceis de comprar online. Do que estão à espera?

Publicado no dia 2021-04-14 por Salão Musical de Lisboa Atualidade, Percussão 0 195

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar