Grandes canções em guitarra clássica

Grandes canções em guitarra clássica

Foto de Jose López Franco /Unsplash

A guitarra clássica é, para muitos, o seu primeiro instrumento musical. A guitarra clássica é um instrumento versátil, com um som perfeito para tocar com muita emoção e sensibilidade, do flamenco ao jazz, mas também do rock à pop. E peças clássicas, claro.

O termo guitarra clássica pode confundir um pouco e a designação anglo-saxónica de “guitarra espanhola” não ajuda a clarificar. O instrumento em destaque aqui são as guitarras acústicas com cordas de nylon, que podem ser usadas quer para tocar música clássica, quer bossa nova, ou qualquer outro estilo. São muito populares entre quem está a começar a aprender a tocar guitarra por causa dessa versatilidade e porque as cordas de nylon são mais confortáveis para os iniciados. 

Vamos conhecer alguns clássicos intemporais que são tocados em guitarras acústicas de cordas de nylon e apontar-vos alguns recursos para que os possam aprender a tocar. 

“Fragile” - Sting

O segundo álbum de Sting teve dois singles que ficaram para sempre: o clássico Englishman in New York,  e uma balada tocada em guitarra clássica, chamada Fragile. O riff principal reflete bem o nome da canção, com uma progressão muito melódica e simples, e relativamente fácil de tocar. 

A canção serve para recordar um engenheiro civil que foi assassinado por rebeldes na Nicarágua, quando trabalhava na construção de uma central hidroelétrica. Mas tem servido de banda sonora para várias outras ocasiões e situações, o que atesta a sua intemporalidade.

Se quiserem aprender a tocar guitarra clássica podem ver esta tablatura ou comprar o Best of Dominic Miller for Guitar, o livro onde o guitarrista que trabalhou com Sting partilha algumas das suas composições e canções que tocou com o ex-líder dos Police. Outra canção que poderia fazer parte desta lista também está lá: Shape of my Heart

Heartbeats - José Gonzales

O argentino-sueco José Gonzales usa muito a guitarra clássica nas suas canções, o que ajuda a que a sua música tenha uma sensibilidade e suavidade muito características. Um dos seus maiores sucessos foi Heartbeats, uma música que nem é dele mas do duo sueco de música eletrónica The Knife

A versão de Gonzales é muito diferente do original, mas é um excelente exemplo do efeito que se pode obter com a ajuda de uma guitarra de cordas de nylon. A versão acústica teve tanto sucesso que foi utilizada em anúncios e séries de televisão, especialmente quando era preciso incentivar uma lagriminha. 

Se quiserem aprender os acordes, preparem-se para uma afinação alternativa e usar um transpositor, caso cantem no mesmo tom de Gonzales  

Misread - Kings of Convenience

A guitarra clássica parece ser muito popular no norte da Europa. Os Kings of Convenience são outro duo escandinavo, mais exatamente da Noruega, que assentam as suas composições indie na guitarra clássica, tocada com sabores de pop e bossa nova. 

Em 2004 lançaram um disco que é um bálsamo auditivo, chamado Riot on an Empty Street, onde podemos encontrar esta Misread. É tudo tão bom e levezinho que é difícil ficarmos fartos. É uma música excelente para aprendermos a tirar um bom som da guitarra clássica e a desenvolver uma certa subtileza rítmica.

A guitarra clássica também é um instrumento ideal para levar para um piquenique, como eles parecem ter feito também. 

 

Águas de Março - Tom Jobim

Já que falámos de bossa nova, vamos falar de um dos seus expoentes máximos. Considerada a melhor música brasileira de todos os tempos, esta icónica canção foi escrita por Tom Jobim, um dos nomes maiores deste género musical. Na altura da composição, Jobim atravessava um momento difícil na sua vida, com a perseguição que a ditadura militar lhe fazia e por uma saúde debilitada pelo consumo de álcool. 

O ponto forte desta canção são as imagens vivas e simples da letra, cheia de contrastes, num balanço constante entre o optimismo e o pessimismo. Mas, no final, sabemos bem quem ganha. 

É um dos clássicos incontornáveis para quem gosta de bossa nova e um desafio para quem toca o violão - o nome por que são conhecidas as guitarras acústicas com cordas de nylon no Brasil.

Tears in Heaven - Eric Clapton

Em plenos anos 90, pelo meio dos hits carregados de guitarras distorcidas, houve uma canção que se destacou e que era tocada numa guitarra clássica, por um dos grandes nomes da guitarra elétrica: Eric Clapton.  

Tears in Heaven tem uma história trágica por trás, mas serviu para Clapton recuperar. Foi uma das grandes canções que fizeram parte do seu Unplugged e uma das mais bonitas músicas para se tocar e cantar numa guitarra clássica. As partituras deste disco estão todas no livro Eric Clapton Unplugged, que podem comprar através do Salão Musical. 

Existem milhares de outras músicas que poderíamos ter escolhido mas estas cinco servem para todos os gostos. Se quiserem partilhar as vossas favoritas, deixem a vossa lista nos comentários. 

E se quiserem uma guitarra acústica com qualidade para aprender estas e outras canções, ou se perceberam que vos faz falta uma na vossa coleção, vejam as guitarras que temos em catálogo. Temos uma oferta diversa, para todas as bolsas, para todos os músicos, de todos os níveis. 




Publicado no dia 2021-06-01 por Salão Musical de Lisboa Atualidade, Cordas 0 147

Deixar um comentárioDeixar uma resposta

Tem que ter a sessão iniciada para poder comentar este artigo.

Procurar no blog

Categorias do blog

Sem produtos

A ser calculado Portes de envio
0,00€ IVA
0,00€ Total

O preço incluí IVA

Pagar